segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Europeus de Volta - Campeonato Inglês


           Enfim temos o retorno dos campeonatos europeus. Os torneios Francês, Inglês, Espanhol e Português já iniciaram. O Alemão e o Italiano ainda não. Com o iminente fechamento da janela de transferências, clubes correm contra o tempo para fechar seus elencos. Começarei aqui uma série de matérias sobre os campeonatos já citados. Toda semana dois dos seis países. Além disso, trarei informações atualizadas sobre os campeonatos já publicados. Inicio com o campeonato inglês. 


 CAMPEONATO INGLÊS – BARCLAYS PREMIER LEAGUE

                Após um dramático final de campeonato, a nova temporada aponta com um panorama diferente daquele da última temporada. Clubes reforçados, enfraquecidos e mantidos dão o tom das diferenças.

O campeão Manchester City não perdeu nenhum jogador relevante e trouxe o volante ex-Everton Jack Rodwell, jovem e promissor, o qual possui bom poder de marcação. Além do volante inglês se “reforçou” com Tévez que desde o fim da última temporada voltou a ser opção. Ainda se espera que o milionário clube movimente-se no mercado já que os 15.000.000 € gastos são muito inferiores aos investimentos dos últimos anos. Segue muito poderoso.

Também de Manchester vem o United. Segundo colocado no último campeonato, se reforçou muito bem. Do campeão alemão – Borussia Dortmund – veio o japonês Shinji Kagawa e do rival Arsenal o letal Robin Van Persie. Especula-se ainda a ida de Kaká do Real Madrid para os Red Devils. Sem baixas preocupantes – Park foi a mais importante – se candidata a título com muita força. Com um ataque autor de 82 gols (Van Persie por Arsenal e Holanda/ Rooney por Manchester United e Inglaterra) na última temporada assusta as defesas e técnicos adversários.

Vem da cidade de Londres outro grande candidato ao título inglês. O Chelsea investiu pesado após a fraca campanha na Premier League 2011/2012. Puxado pelo título da Uefa Champions League vem muito forte. Optou pela manutenção do técnico Roberto di Matteo, e rejuvenesceu a equipe. Saíram jogadores experientes como Drogba, Bosingwa e Kalou. Para compensar as perdas, o dono do time, o russo Roman Abramovich, abriu os cofres e trouxe os promissores Eden Hazard, belga destaque do Lille, o brasileiro Oscar ex-Inter e o Alemão Marko Marín vindo do Werder Bremem. O time ainda tem que mostrar em campo sua qualidade, Fernando Torres terá mais uma chance de se provar grande centroavante, mas está no caminho certo. 

Insistindo numa política de não manutenção de seus principais jogadores o Arsenal não se apresenta como candidato ao título. Campeonato passado sofreu com uma Van Persie dependência. Esta temporada não conta mais com o atacante. Tal como nas últimas temporadas quando se desfez de jogadores chave como Nasri, Clichy, Fábregas, Gallas, Adebayor e por aí vai, os Gunners não mantiveram seu melhor jogador. E não vejo uma reposição à altura. Do campeão francês veio o atacante Olivier Giroud, uma aposta. Do Colônia Lukas Podolski e do Málaga o espanhol Santi Cazorla. Todos bons jogadores, mas nenhuma certeza, nenhum craque. Quem se responsabilizará pela equipe, quem liderará? Questionamentos que só o tempo responderá. O clube contou ainda com a volta de Arshavin e a venda de Song ao Barcelona.

Vivendo conturbados anos, o Liverpool inicia mais uma temporada sem alarde. Consciente de alguns erros recentes, por exemplo, a milionária compra do atacante inglês Andy Carroll, investiu pouco e em peças novas. O destaque é o atacante Fabio Borini, vindo da Roma. Contratou ainda o ponta Assaidi ex-Heerenveen e o meia central Joe Allen, destaque do Swensea City na última temporada. 21, 24 e 22 anos respectivamente. O clube ainda se desfez dos experientes Fábio Aurélio, Craig Bellamy, Dirk Kuyt e Alberto Aquilani. Conta ainda com o retorno de Joe Cole. Dificilmente briga pelo título e já sofreu uma derrota pesada na estréia, 3x0 contra o West Bromwich Albion. Gerrard e Suárez são os principais jogadores capazes de trazer o clube de volta as glórias.

Nos demais clubes, nada muito diferente da temporada 2011/2012. Newcastle e Tottenham seguem fortes com boas contratações e poucas perdas. O zagueiro Vertonghen e o meia Sigurdsson chegaram para os Spurs e no Newcastle o destaque fica com o meia Anita ex-Ajax. O Everton se enfraqueceu com as saídas de Rodwell e Cahill e o Fulham trouxe os bons atacantes Pétric e Rodallega. O Q.P.R trouxe vários reforços conhecidos como o lateral Bosingwa, o meia Park e o lateral Fábio, o Sunderland apresenta o experiente Saha, o West Ham trouxe o titular da seleção francesa Alou Diarra e o Aston Villa conta com a chegada do ponta australiano Holman ex-AZ. Não vejo possibilidades de título para nenhuma dessas equipes. Mas zebras acontecem, basta lembrar do Blackburn em 1995.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...