terça-feira, 9 de abril de 2013

Roma x Lazio: o derby della Capitale

Avanço nas pesquisas sobre os “Clássicos do Mundo” com Lazio x Roma, o Derby della Capitale, o clássico da cidade de Roma.












Ódio mútuo, intenso e eterno. Essa é uma boa definição para a relação entre torcedores da Roma e do Lazio. Mesmo odiando veementemente os clubes do norte da Itália, por serem no entendimento dos romanos muito arrogantes – leia-se Inter, Milan e Juventus – Giallorossos (Amarelos e Vermelhos da Roma) e Biancocelestes (Brancos e azuis da Lazio) alimentam um rancor ainda maior entre si mesmos.

Torcida da Lazio
O primeiro encontro entre os rivais aconteceu em 8 de dezembro de 1929, no antigo Stadio della Rondinella. O placar premiou a Roma, 1x0, gol de Rodolfo Volk. Mas antes falemos de história. 

A Lazio foi fundada em 1900 por membros de um corpo do exército italiano (Bersaglieri). Por sua vez, a Roma foi fundada a pedido do secretário da Federação Romana, e membro do Partido Nacional Fascista, Italo Foschi (foto abaixo), em 1927. 

Naquele momento, a ideia era desenvolver um clube de grande porte que levasse o nome da capital italiana para fora do país, demonstrando a força da Itália, e confrontando o poderio dos clubes do norte itálico. Para a fundação do clube, fundiram-se três equipes e, curiosamente, o desejo até então era o de que a Lazio fosse uma delas. Não obstante, a pedido de um influente general, torcedor da Lazio, não houve a inclusão dos Biancocelestes.

Não menos curioso do que o fato de Lazio e Roma quase terem se tornado o mesmo clube, é a ideologia política seguida pelos torcedores dos dois clubes. Criada pelo governo fascista, com o passar dos anos a Roma tornou-se reduto de esquerdistas ao passo que boa torcida da Lazio se manteve posicionada na direita, defendendo por vezes o fascismo e praticando atos de racismo, principalmente contra jogadores negros da Roma. 
Em destaque a Loba

Além de ter raízes fascistas e ter se desenvolvido como um clube de esquerda, a Roma ainda foi influenciada pelo Império Romano, tendo em seu emblema uma loba, que representa o animal que amamentou Rômulo, fundador de Roma, e seu irmão, Remo.

Voltemos à cancha. Até novembro de 2012, Roma e Lazio haviam se enfrentado 172 vezes. Os Giallorossi levam vantagem. 63 Vitórias contra 49 dos Biancocelestes, havendo ainda 60 empates. O maior artilheiro do confronto é o ítalo-brasileiro Dino da Costa, que jogando pela Roma, marcou 11 gols; e o recordista de participações é o mito da Roma, Francesco Totti, com 36 aparições. Já o resultado mais elástico do clássico ocorreu em 1993: Roma 5 x 0 Lazio.


No que tange aos títulos, a Roma também leva vantagem. São três Campeonatos Italianos contra dois da Lazio. Apesar disso, a Lazio venceu dois títulos internacionais: uma Recopa Europeia e uma Supercopa Europeia.

Dois momentos merecem ainda um grande destaque. O primeiro é lamentável, a principal confusão do clássico. Em 1979 o torcedor da Lazio Vincenzo Paparelli faleceu após ser atingido no olho por um sinalizador. Esta foi a primeira morte em eventos de futebol na Itália. Já o segundo momento é espetacular para os amantes do futebol. O final dos anos 90 e o início do século XXI foram muito especiais para as duas equipes. 

Com times poderosíssimos ambos conquistaram o título italiano nessa época. Se a Roma dispunha em seu elenco de Batistuta, Antônio Carlos, Cafu, Emerson, Totti, Montela e Aldair, a Lazio trazia Simeone, Nedved, Stankovic, Verón (foto), Roberto Mancini, Marcelo Salas e Nesta. Este período foi um dos mais gloriosos para a cidade de Roma. Com os dois rivais bem, a rivalidade ficou muito interessante.


Hoje no campeonato temos uma superioridade da Lazio que ocupa a quinta colocação. A Roma é sétima. Comandada pelo brasileiro Hernanes, a Lazio chegou a brigar por título, mas caiu de forma e briga por classificações europeias. Por sua vez, a Roma foi muito instável todo o campeonato. Capaz de realizar grandes jogos e grandes vexames, está bem representada com a sétima colocação. 

Hoje, a Roma tem em seu elenco os brasileiros Marquinhos, Leandro Castan, Dodô, Taddei e Marquinho, e a Lazio Hernanes, André Dias e Éderson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...