segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Class of 92 quer mais desafios

Um dos mais célebres trabalhos de Sir. Alex Ferguson no comando do Manchester United foi a revelação de uma verdadeira esquadra de grandes jogadores de uma geração histórica. Class of 92 ou, simplesmente, a geração de 1992 foi o nome dado ao conjunto de grandes jogadores que ajudaram os Red Devils a se tornarem os maiores campeões ingleses da história. Nicky Butt, Gary e Phil Neville, Paul Scholes, Ryan Giggs e David Beckham são, sem dúvidas, alguns dos maiores jogadores da história do Manchester United e do futebol inglês.



Apesar de terem conquistado uma infinidade de glórias e a despeito de estarem seguindo novas carreiras, cinco desses amigos decidiram voltar a se reunir em torno de um novo desafio, fora dos campos, nesse turno. Sem Beckham e com a ajuda de Peter Lim (foto) – investidor cingapuriano que recentemente tomou o controle do Valencia e que, no passado, tentou comprar o Liverpool –, tomaram para si o controle do modesto Salford City F.C. que, atualmente, disputa a oitava divisão do futebol inglês.

Longe dos holofotes da Premier League e com disposição renovada para uma nova empreitada, os cinco amigos tomaram o comando do clube em março deste ano e, em setembro, firmaram parceria com Lim. Hoje, cada um dos cinco ex-jogadores formados no United atêm 10% do clube e Lim possui os outros 50%. Ousado, o projeto visa o alcance da segunda divisão inglesa, a Championship, em 15 anos.

Salford, cidade da região metropolitana de Manchester e casa do Salford City, foi a escolha dos craques em função dos laços de história e afeto que os ligam ao local. Paul Scholes, por exemplo, nasceu lá. Todavia, todo o projeto sempre se baseou em uma parceira com algum investidor de porte, o que se concretizou com a entrada de Lim no negócio, algo que para os craques foi fantástico.

“Quando nos colocamos nessa jornada, sempre soubemos que em algum momento precisaríamos do envolvimento de parceiros externos, pessoas que pudessem compartilhar nossa visão sobre o Salford City FC. O amor de Peter pelo esporte, sobretudo pelo futebol, é muito bem documentado. (...) Sua experiência e conhecimento podem nos ajudar a levar o clube para onde acreditamos que ele pode ir,” disseram os ex-craques em declaração.

“O aspecto mais importante para nós é que continuemos a ligar-nos com a nossa comunidade e cidade, e temos garantias de que isso irá acontecer,” completaram.



Se os craques conquistaram quase tudo o que era desportivamente possível, muito disso deve-se às suas origens, ao início. Cientes disso, querem retribuir. Seu plano é ousado e está sendo bem conduzido. Na Northern Premier League First Division North, o clube é líder.

“Salford City representa os primeiros anos, o compromisso, a fome, o entusiasmo, o desejo e o espírito do futebol e estou muito excitado com este empreendimento,” disse Gary Neville ao tomar controle da equipe.

A busca permanente por novos desafios foi um dos grandes combustíveis para as belas e vitoriosas carreiras dessa grande geração e é nela que agora os ex-craques se apoiam. A tarefa para a saída das profundezas é dura e longa. Quem sabe dentro de 15 anos, o modesto Salford City não seja notícia? Se a fome de seus donos for correspondente a que demonstraram durante suas carreiras, isso não poderá ser tratado como dúvida, mas certeza.

Atualização (02/07/2015):

Com o fim da temporada 2014-2015, o Salford City conquistou o título da Northern Premier League First Division North e o acesso à Northern Premier League Premier Division, o sétimo escalão do futebol inglês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...