segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Promessa hoje, realidade amanhã? – Versão 2015

Caros leitores, 2015 está chegando ao fim e, como em 2012, 2013 e 2014, é hora de comentar um pouquinho sobre alguns garotos que muito se destacaram no ano e despontam como grandes jogadores em potencial. Diferentemente do ano passado, em que falamos de 25 atletas, neste trataremos de 30 nomes, sem qualquer tipo de ordem. É evidente que não estamos atestando que estes jovens serão grandes jogadores, mas, baseando-nos no futebol mostrado por eles nos últimos meses, não é nenhum absurdo cogitar isso.




1- Julian Weigl (1860 Munique-ALE/Borussia Dortmund-ALE)

20 anos. Quantos jogadores deixam a segunda divisão de seu país e, com menos de 20 anos, assumem a titularidade de uma grande equipe do futebol mundial em um período de transição? Poucos, muito poucos. Um deles é Julian Weigl, excelente volante do Borussia Dortmund. Formado no 1860 Munique, o alemão mostra maturidade assombrosa para a pouca idade e um estilo de jogo raro. Embora atue na contenção, o garoto mostra elegância, atua sempre com a cabeça erguida e é um grande passador, tendo alcançado 92% de aproveitamento de passes, em 16 partidas pelos aurinegros na Bundesliga.


2- Thiago Maia (Santos FC-BRA)

18 anos. Líder da estatística de desarmes do Santos no último Campeonato Brasileiro, com 89 tentados e 82% acertados, o garoto Thiago Maia foi uma das grandes novidades do futebol brasileiro em 2015. Apesar da juventude, o volante mostrou-se extremamente sólido na marcação e formou excelente dupla com o experiente Renato, ajudando a conduzir o Peixe a uma improvável e bonita recuperação na temporada. Além disso, o jovem mostrou bom trato com a bola e capacidade de aparecer como elemento surpresa no ataque, em infiltrações. Clubes estrangeiros, como o Atlético de Madrid, já demonstram interesse em seu futebol.

3- Gustavo Scarpa (Red Bull Brasil-BRA/Fluminense-BRA)

21 anos. Se o torcedor do Fluminense teve alguma razão para se alegrar em 2015 ela foi a ascensão de Gustavo Scarpa ao time titular tricolor. Meio-campista talentoso, versátil (chegou a atuar muitas vezes pela lateral-esquerda) e dono de um potente e acurado chute de perna canhota, o garoto retornou de empréstimo no início do ano e rapidamente cavou espaço no time titular do Tricolor Carioca. No Brasileirão, apesar de só ter criado duas assistências, foi o jogador do Flu que mais passes para gol ofereceu a seus companheiros, com 41; o atleta que mais dribles tentou, com 65% de aproveitamento; e ainda marcou cinco importantes gols.

4- Ruben Loftus-Cheek (Chelsea-ING) 

19 anos. Sim, o Chelsea pouco aproveita os garotos de suas categorias de base, que muitas glórias vêm alcançando nos últimos anos. Apesar disso, no último ano um atleta chamou a atenção de José Mourinho e ascendeu aos profissionais: Ruben Loftus-Cheek. Ainda que tenha atuado muito pouco em 2015, tendo apenas nove partidas como profissional, o jovem mostrou futebol de gente grande. Alto (1,91m), forte, dono de passadas largas e capacidade de se aproximar do ataque, o garoto é um exemplo do volante moderno e deve ganhar mais espaço no clube nos próximos anos. Embora Mou tenha indicado uma certa indolência por parte de Ruben, sempre que esteve em campo o jogador se destacou, como exemplifica uma partida contra o Liverpool na temporada passada, em que teve 100% de aproveitamento de passes, atuando em aproximadamente 60 minutos de jogo.

5- Marko Grujic (Estrela Vermelha-SER)

19 anos. Meio-campista que possui as tradicionais características dos jogadores sérvios, Marko Grujic é mais um talento revelado pelo Estrela Vermelha, clube conhecido por ter sempre um grande número de garotos em sua equipe principal. Detentor de grande estatura (1,91m), o jogador pode atuar como volante, meia central e até ofensivo, sendo um bom exemplo do jogador box-to-box. Embora seja fisicamente imponente, o que lhe rende comparações com Nemanja Matic, seu compatriota, seu jogo também comporta muita qualidade nos passes e visão de jogo. Até o momento, na temporada 2015-2016, já disputou 21 jogos na Liga Sérvia, marcou cinco gols e criou sete assistências. Seu nome tem sido ligado a diversos gigantes europeus e aparentemente o atleta estaria próximo de firmar pelo Liverpool.

6- Gonçalo Guedes (Benfica-POR)

19 anos. Nos últimos anos o Benfica ficou conhecido como um clube que pouco apostou da base, preferindo contratar jogadores estrangeiros e tolhendo as oportunidades a seus próprios garotos. Com a saída do treinador Jorge Jesus, no entanto, isso parece ter acabado e um exemplo que confirma essa nova realidade é o de Gonçalo Guedes. Jogador Encarnado desde os nove anos, o meia-direita tem mostrado grande personalidade. Rápido e habilidoso, encaixou-se bem no novo Benfica, vem afirmando-se como titular e se tornando um dos orgulhos da torcida das Águias.

7- Riechedly Bazoer (Ajax-HOL) 

19 anos. Grande revelador de jovens talentos, o Ajax apresentou em meados da última temporada mais um jogador que promete ganhar o mundo no futuro breve. Riechedly Bazoer é mais um jogador com a marca holandesa, sendo um defensor extremamente versátil. Volante na maior parte das vezes, pode também atuar como zagueiro ou mais avançado no meio-campo. Forte fisicamente e taticamente inteligente, deixou a base do PSV em 2012 e partiu para o rival da capital holandesa. Ótima saída de bola, bom passe e forte marcação são suas principais características.


8- Gabriel Jesus (Palmeiras-BRA) 

18 anos. Uma das maiores e melhores novidades que o futebol brasileiro apresentou em 2015 foi, sem sombra de dúvidas, o atacante Gabriel Jesus. Veloz e driblador, o imberbe garoto infernizou defesas e mostrou enorme personalidade, ganhando espaço no Verdão. Entretanto, o atacante oscilou bastante durante a temporada, algo que é quase uma regra em se tratando de jogadores de sua idade. Talento o atleta mostrou ter, assim como margem para evolução.

9- Leroy Sané (Schalke 04-ALE)

19 anos. Filho de esportistas - com mãe alemã e pai senegalês - Leroy Sané é um daqueles jogadores que só a mistura de raças poderia gerar. Sua determinação e frieza são tipicamente germânicas, enquanto seus dribles abusados – sua principal marca – e grande velocidade revelam traços tipicamente africanos. O canhotinho, que passou pela base do Bayer Leverkusen, vive momento fantástico, sendo o grande destaque do Schalke 04 após a saída de Julian Draxler para o Wolfsburg e ganhando uma convocação à Seleção Alemã.



10- Dele Alli (MK Dons-ING/Tottenham-ING) 

19 anos. Da terceira divisão inglesa, a League One, à Premier League, sem escalas, um jovem inglês de surpreendente maturidade e estilo de jogo elegante vem ganhando espaço no futebol mundial. Titular do Tottenham, Dele Alli, ex-jogador do MK Dons, é um daqueles atletas que parecem já ter nascido prontos para o futebol de alto nível. Alto e dono de passadas largas, é um dos grandes responsáveis pelo ótimo momento vivido pelo Tottenham, sendo a principal ligação entre os setores de defesa e ataque dos Spurs. Em menos de seis meses atuando no mais elevado nível inglês, tornou-se titular do clube londrino e foi chamado por Roy Hodgson para defender o English Team.

11- Bernardo Silva  (Monaco-FRA)

21 anos. Cria que o Benfica não aproveitou, Bernardo Silva é um baixinho canhoto de impressionante talento e inteligência. Levado ao Monaco pelo treinador português Leonardo Jardim, mostra desde a última temporada alto nível de atuações, sendo muito elogiado e ganhando suas primeiras oportunidades na Seleção Portuguesa. Em 2015, comandou um ótimo selecionado luso sub-21, que terminou a Eurocopa da categoria com o vice-campeonato.



12- Danilo Barbosa (Braga-POR/Valencia-ESP) 

19 anos. Grande líder de uma Seleção Brasileira Sub-20 que mostrou muito brio na disputa do Mundial da categoria em 2015, o volante Danilo Barbosa, cria do Vasco da Gama e que teve passagem pela base do Vitória, é um daqueles jogadores que certamente estão destinados à grandeza. Maduro, dono de bom trato com a bola, leitura de jogo diferenciada, e um verdadeiro líder, o baiano tem longo histórico na base da Canarinho e no último ano mostrou, em solo Europeu, que realmente tem potencial para se tornar um grande jogador. Após excelente passagem pelo Braga, chegou ao Valencia na última janela de transferências europeia.

13- Gialuigi Donnarumma (Milan-ITA) 

16 anos. Dizem que quando se está diante de um grande talento, a idade não importa, certo? No caso de Gianluigi Donnarumma a afirmação parece de fato verdadeira. Com apenas 16 anos, o jogador foi lançado por Sinisa Mihajlovic e, desde a nona rodada do atual Campeonato Italiano, tornou-se o goleiro titular do Milan. Com 1,98m, é o mais jovem goleiro da história Rossonera e tem mostrado muita segurança debaixo das traves de um gigante, porém trôpego, Milan.



14- Jean-Kévin Augustin (PSG-FRA) 

18 anos. Jogador que apareceu muito bem na pré-temporada do Paris Saint-Germain, marcando gols em amistosos contra Fiorentina e Benfica, Jean-Kévin Augustin, veloz e habilidoso atacante francês, é uma das grandes novidades do clube neste ano. Versátil, pode atuar em qualquer posição do ataque e mostra muita qualidade para deslocar-se entre as defesas adversárias e marcar gols. Só não atua mais em razão da grande concorrência que enfrenta na linha de frente parisiense.

15- Breel Embolo (Basel-SUI) 

18 anos. Atleta que vem se destacando muito em solo suíço desde o último ano, Breel Embolo já frequenta a Seleção Suíça, é um atacante que pode atuar em qualquer setor do ataque e que se destaca pela forma como usa seu corpo, livrando-se dos defensores adversários, pela rapidez de raciocínio, pelos dribles e tranquilidade à frente das balizas adversárias. É um goleador nato, possuidor de enorme talento e que promete mostrar o mais alto nível nos próximos anos. No momento, seu nome vem sendo especulado nos rivais Liverpool e Manchester United.


16- Johannes Geis (Mainz 05-ALE/Schalke 04-ALE)

22 anos. Jogador dotado de excelente visão de jogo, Johannes Geis destacou-se na temporada 2014-2015 vestindo a camisa do modesto Mainz 05 e chegou até mesmo a ser o capitão do time, a despeito de sua tenra idade. Isso revela um pouco sobre sua personalidade forte. Jogador incansável, é um daqueles atletas incrivelmente determinados e tem no passe longo um de seus grandes fortes. Apesar de ser volante, na atual Bundesliga, é o jogador do Schalke que mais ofereceu passes para gols, com 31, e tem quatro assistências. Além disso, um dado chama muito a atenção: a distância média de seus passes, 25m. Apesar de não ser propriamente uma novidade, foi no último ano que o atleta chamou de fato a atenção.

17- Otávio (Atlético Parananese-BRA)

21 anos. Se o Atlético Paranaense foi durante a temporada uma equipe que surpreendeu, muito disso deve-se ao desempenho do volante Otávio. O garoto foi nada menos que o recordista de acerto nos desarmes no último Campeonato Brasileiro, com 132, e mostrou-se um ótimo passador, como demonstram seus 1335 passes certos e apenas 92 errados, média de 93,5% de acerto (detalhe, nas últimas duas partidas do campeonato o jogador distribuiu 87 passes, sem errar nenhum). Embora tenha atuado em 2014, só neste ano o garoto mostrou alto nível. Bom nos quesitos fundamentais a um jogador de sua posição, o alagoano foi indiscutivelmente uma das grandes revelações trazidas pelo ano de 2015.

18- Kingsley Coman (Juventus-ITA/Bayern de Munique-ALE)

19 anos. Cria do PSG, com passagem pela Juventus e atualmente atleta do Bayern de Munique, Kingsley Coman sempre foi considerado uma grande promessa do futebol mundial. Apesar disso e de ter ganhado alguns poucos minutos na França e na Itália, somente nos últimos meses o jogador ganhou maior importância. Com a camisa do Bayern, o francês tem sido boa opção de velocidade e drible – além de ser importante na recomposição defensiva –, confirmando-se um jogador extremamente útil, marcando gols e provendo assistências. O jogador, opção pelos dois flancos do ataque, foi emprestado pela Juve ao clube alemão por duas temporadas e poderá ser comprado ao final do período. Além disso, em 2015, ganhou sua primeira convocação para a Seleção Francesa.

19- Gastón Pereiro (Nacional-URU/PSV-HOL)

20 anos. Jogador formado no Nacional de Montevidéu, clube em que permaneceu até a metade de 2015, Gastón Pereiro é um jogador moderno. Enquanto no Uruguai atuava na maior parte do tempo como meio-campista, em alguns turnos mais centralizado e em outros mais avançado, desde que chegou à Holanda passou a atuar mais aberto pelo lado direito, favorecendo seu jogo, uma vez que é canhoto e pode progredir da direita para o centro para finalizar (uma de suas maiores virtudes). Apesar de ainda não ter vestido a camisa da Celeste Olímpica, já a representou, com muito destaque, no escalão sub-20.


20- Iñaki Willians (Athletic Bilbao-ESP)

21 anos. Um dos pouquíssimos jogadores negros a representar as tradicionais cores do Athletic Bilbao, o veloz e insinuante Iñaki Williams é a grande revelação da vez pelas bandas do País Basco. Filho de pai ganês e mãe liberiana, o atleta nasceu em Bilbao e lá cresceu. 20 anos após vir ao mundo, no início de 2015, o jogador anotou o primeiro gol de um jogador negro com a camisa do Athletic e durante o ano foi ganhando espaço na equipe de Ernesto Valverde. Grande válvula de escape pelo lado direito, vem se tornando peça importante do time titular e se afirmando como mais uma grande promessa revelada pelos Leones.

21- Walace (Grêmio-BRA) 

20 anos. Um dos grandes responsáveis pela bela campanha que o Grêmio conseguiu realizar em 2015 foi sem dúvida alguma o jovem volante Walace. Marcador duro, e por vezes mais agressivo do que o necessário, o atleta deu enorme estabilidade à equipe de Roger Machado, que ganhou muita segurança com sua afirmação. Com 73 desarmes e 82% de aproveitamento nas recuperações de bola no Brasileirão, o jogador se firmou com um destaque do time, tendo sido também o terceiro jogador que mais passes acertou na competição. Contra si, pesou o fato de ter sido o quinto jogador mais faltoso e o quarto que mais cartões amarelos recebeu no torneio.

22- Rodrigo Dourado (Internacional-BRA) 

21 anos. Outro volante que muito se destacou no cenário brasileiro em 2015 vem do Internacional. Descoberta de Diego Aguirre, Rodrigo Dourado transformou-se em titular absoluto do time no ano que passou e chamou muito a atenção pelos desarmes limpos, boa saída de bola e elegância de seu jogo. No Brasileirão, foi o segundo atleta que mais desarmes corretos efetuou, 117, obtendo 82% de aproveitamento neste fundamento, e também terminou sendo o atleta colorado que mais passes acertou, com 92,5% de acerto. 

23- José Giménez (Atlético de Madrid-ESP)

20 anos. Jogador do Atlético de Madrid desde 2013, o beque uruguaio José Giménez vem mostrando incrível evolução. Titular da Seleção Uruguaia ao lado de Diego Godín, seu companheiro no Atleti, o jovem mostrou tanto futebol nos últimos meses que até mesmo convenceu a diretoria Colchonera de que era possível prescindir dos préstimos do brasileiro Miranda, que foi cedido à Inter de Milão. Muito forte fisicamente, o jogador tem grande imposição pelo ar e velocidade para se antecipar aos adversários. É outro que também já é figura conhecida há alguns anos, mas que mostrou impressionante ascensão em 2015.


24- Jonathan Calleri (Boca Juniors-ARG)

22 anos. Atacante contratado pelo Boca Juniors em 2014, vindo do modesto All Boys, Jonathan Calleri demorou a engrenar com a camisa Xeneize. Tendo enfrentado forte concorrência desde que chegou ao clube, Calleri só foi mostrar seu potencial verdadeiro após a saída de Pablo Osvaldo para o Porto e a volta de Carlitos Tévez a La Bombonera. Desde então, o jogador só não tem feito chover. Acumulando belos gols e firmando grande parceria com o ex-jogador da Juventus, o rápido e técnico atacante vem sendo especulado em grandes clubes europeus e deve deixar a Argentina em breve. Além disso, Tata Martino, treinador da Seleção Argentina, afirmou estar de observando atentamente o futebol de mais esta joia do futebol argentino.

25- Gabriel (Santos-BRA)

19 anos. Possivelmente a maior revelação da base do Santos desde Neymar, Gabriel, o Gabigol, demorou muito tempo a se firmar no time titular do Peixe e mostrar confiança em seu futebol, mas, em 2015, sobretudo após a chegada de Dorival Júnior ao clube, isso finalmente aconteceu. Atuando na maior parte das vezes pelo lado direito do ataque santista, o canhotinho seguiu mostrando sua habilidade, mas melhorou seu jogo coletivo, passou a arriscar muito mais ao gol (foi o terceiro jogador com mais finalizações certas da Série A) e, assim, terminou o Brasileirão como vice-artilheiro do time, com 10 gols.


26- Federico Bernardeschi (Fiorentina-ITA) 

21 anos. Jogador canhoto que atua aberto pelo lado direito do ataque, o italiano Federico Bernardeschi vem sendo uma peça muito importante de uma equipe da Fiorentina que faz bom papel no Campeonato Italiano e na Europa League. Após ter perdido quase toda a temporada 2014-2015 em razão de lesão, o jogador, criado em Florença, vem ganhando espaço e sendo muitas vezes titular em 2015-2016. Veloz e habilidoso, oferece à Viola um jogo diferente, uma vez que a equipe atua, mormente, com um estilo de muitos passes e boa gestão da posse de bola.

27- Mahmoud Dahoud (Borussia Mönchengladbach-ALE)

19 anos. Na temporada passada, Granit Xhaka e Christoph Kramer formaram uma bela dupla no meio-campo do Borussia Mönchengladbach, que conseguiu após muitos anos retornar à disputa da UEFA Champions League. Não obstante, Kramer não pertencia ao clube e retornou ao Bayer Leverkusen. Seu vazio vem sendo preenchido com sucesso por Mahmoud Dahoud. Jogador sírio naturalizado alemão, o meio-campista vem mostrando muitas virtudes, como o bom passe, com 85% de aproveitamento, e importante capacidade de se aproximar do ataque, já tendo marcado dois gols e criado quatro assistências na Bundesliga 2015-2016. Embora precise melhorar sua capacidade nos desarmes, tem boa qualidade nas antecipações.

28- Héctor Bellerín (Arsenal-ING)

20 anos. No início da temporada 2014-2015, não havia dúvidas de que a lateral-direita do Arsenal seria ocupada por Mathieu Debuchy, jogador que chegara do Newcastle com moral. A despeito disso, o francês sofreu lesão e perdeu espaço para um garoto de impressionante velocidade: Héctor Bellerín. Espanhol que começou seu desenvolvimento no Barcelona, o garoto rapidamente se encaixou na equipe e foi crescendo em 2015, melhorando, sobretudo, suas capacidades defensivas. Hoje é titular absoluto do time de Arsène Wenger, deixando Debuchy no banco.

29- Luka Jovic (Estrela Vermelha-SER)

17 anos. Evidenciando ainda mais a capacidade de criar bons jogadores e lançá-los ainda muito jovens, o Estrela Vermelha tem alinhado em seu ataque um garoto de 17 anos de impressionante personalidade. Luka Jovic está em sua terceira temporada como profissional e, sobretudo neste ano, ganhou muito espaço no time, sendo opção para qualquer posição do ataque – preferencialmente pelo centro. Apesar de ser canhoto, mostra também boa capacidade com o pé direito. Especulado em grandes equipes europeias, ainda tem muito a evoluir, sendo sua finalização especialmente criticada. Na temporada atual, tem seis gols em 19 partidas e uma média de um tento a cada 154 minutos jogados.

30- Andreas Christensen (Chelsea-ING/Borussia Mönchengladbach-ALE)

19 anos. Garoto que pertence ao Chelsea, o zagueiro Andreas Christensen chegou ao Borussia Mönchengladbach para compor elenco, mas, diante das lesões sofridas por Martin Stranzl, Tony Jantschke e Álvaro Domínguez, tornou-se titular dos Potros e vem se destacando muito. Seu bom trato com a bola e no jogo aéreo têm sido diferenciais na campanha do Borussia, além de sua bela atuação contra o Bayern de Munique, fatores que o colocam como um dos mais promissores defensores europeus. Versátil, pode atuar como volante e na lateral-direita, já é presença frequente na Seleção Dinamarquesa e foi eleito recentemente o melhor jogador jovem dinamarquês.

2 comentários :

  1. Ótima lista! Só senti falta do João Cancelo que pra mim coloca o Bellerin no bolso em termos de qualidade, mas principalmente do Ruben Neves que com 18 anos já é capitão do Porto e convocado com frequência á seleção portuguesa. Também caberiam nomes como Matheus, Gelson e Paulo Oliveira do Sporting; Renato Santos e Nelson Semedo do Benfica e André Silva do Porto. Já saindo de Portugal pra a Espanha tem o Ceballos, o Santi Mina, e o Jesús Vallejo. Na Inglaterra tem o Dier, o Iheanacho, e o Nathan Ake e na França há meio time do Mônaco composto por jovens de destaque (Apesar de nem todos jogarem tão regularmente quanto deveriam)

    ResponderExcluir
  2. É bem difícil fazer uma lista que não deixe de fora bons nomes, mas, no caso específico do Rúben Neves, ele esteve na lista de 2014. Obrigado pelo elogio!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...