segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A afirmação de Sergi Roberto

É usual que quando pensemos em jogadores que se mostram valiosos a seus treinadores por serem versáteis, concluamos que tais peças não são exímias em nenhuma das posições em que atuam. Em boa parte desse tipo de caso, a premissa é verdadeira, mas em Barcelona tem se notado um exemplo que não se amolda a ela. Meio-campista central em sua origem, o catalão Sergi Roberto vem suprindo muito bem a lacuna deixada por Dani Alves na ala direita Blaugrana, afirmando-se no time de Luis Enrique.



Aos 24 anos, o jogador finalmente vem mostrando verdadeira utilidade para a esquadra Culé. Assim, tem recebido o necessário reconhecimento. Outrora apontado como uma promessa destinada a ser lembrada dessa forma e, fatalmente, deixar o clube em algum momento, Sergi deu a volta por cima e a cada dia vem mostrando maior importância. Se a concorrência por uma vaga no meio-campo é pesadíssima no Barcelona, a da lateral direita, por onde vem brilhando, não o é e o atleta vem agarrando com unhas e dentes suas oportunidades por esse setor.

Tendo dado seus primeiros passos no futebol profissional do Gimnástic de Tarragona, o jovem chegou a ser disputado por Real Madrid e Barcelona quando garoto. Contudo, aos 14 anos fez sua escolha e partiu para La Masía. Na capital catalã cresceu, desenvolveu-se e já na temporada 2010-11 ganhou suas primeiras oportunidades como profissional, sem sequer ter 20 anos completados, sendo lançado por um certo Pep Guardiola.

Apesar disso, até 2013-14 seguiu sendo mais utilizado pelo Barcelona B e quando finalmente foi integrado ao quadro de profissionais do clube não mostrou grande futebol. Foi somente na última campanha, quando passou a ser usado como lateral direito que o atleta deslanchou. Assim, hoje sem a concorrência de Dani Alves, Sergi vai se afirmando, até mesmo porque Aleix Vidal, com quem disputaria posição, ainda não encontrou no Camp Nou o bom futebol que levou o clube a contratá-lo junto ao Sevilla.

Contestado em algum momento (assim como o treinador Luis Enrique por apostar em sua adaptação pela lateral), Sergi Roberto vem atuando de forma extremamente consistente, afastando a imediata necessidade de uma nova contratação para a ala direita. Como já jogava Alves, o espanhol tem muita liberdade para avançar ao ataque e o tem feito com enorme qualidade. Impressiona também o sendo de posicionamento que demonstra, sobretudo sendo meia por formação.

Além disso, tendo sido canterano do Barça e, portanto, sendo treinado por Luis Enrique no time B catalão, o meia-lateral entende com propriedade a proposta de jogo de seu atual-velho comandante, tendo qualidade na troca de passes e na pressão exercida pelo time, dando, ademais, muita profundidade ao jogo blaugrano.

"Jogamos muito bem pelas alas e isso é muito importante quando se tem pela frente equipes que se fecham atrás (...) Não há um lateral direito melhor para o Barcelona, disse Luis Enrique, após a goleada catalã contra o Sporting Gijón.

Tendo vivido muitos anos à sombra de Xavi, com quem era comparado e apontado como modelo a ser reproduzido, Sergi vem impedindo, com sucesso, que a torcida Culé sofra com a ausência de Daniel Alves, por muitos anos importante peça do time, tanto pela qualidade individual quanto pelo bom entendimento que desenvolveu com Lionel Messi. A desconfiança que permeou sua face durante bom tempo, a aparente descrença em seu próprio talento e a pressão vinda de comparações injustas não têm sido mais vistas.

Neste início de temporada, no Campeonato Espanhol, nenhum outro jogador do Barcelona criou mais oportunidades de gol que o jovem catalão, com 13, quatro destas convertidas em assistências. Isso tudo mantendo uma média global de 88% de aproveitamento nos passes. Mostrando esse desempenho, o atleta ganhou suas primeiras oportunidades com a Seleção Espanhola.

“Estou jogando quase sempre na lateral. Vou ter mais oportunidades nessa posição. Tentarei dar meu máximo (...) Onde eu puder jogar mais minutos, será melhor para mim. Estou desfrutando cada vez mais minha nova posição”, disse o atleta ao AS no início de setembro.

Titular praticamente indiscutível no time de Luis Enrique, pedra angular de sua ressurreição, Sergi Roberto é hoje um jogador novo em relação ao que chegou das categorias de base do Barça. Não só pelo novo posicionamento, mas muito mais pela confiança em si mesmo e no desenvolvimento de seu futebol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...