terça-feira, 19 de junho de 2012

Em busca do sonho olímpico, mais uma vez.


Com a aproximação dos Jogos Olímpicos, decide por expor alguns fatores que a meu ver, poderiam ser a chave do inédito sucesso Brasileiro no futebol nessa competição.

O Brasil pode finalmente ser campeão olímpico, mesmo com o Mano.

Sempre se pergunta, até em tom de lamento, as razões dos insucessos históricos do “país do futebol” em jogos olímpicos. Times conturbados, más escolhas, técnicos com idéias um tanto quanto desvairadas, jogadores sem foco. Tudo isso já atrapalhou de fato o Brasil. Em Atenas sequer conseguimos a classificação para a disputa.
Nesse ano, 2012, porém, vejo o país em condições extremamente favoráveis. Apesar de ter um técnico no mínimo questionável, temos possibilidades reais. O trabalho feito por Ney Franco nos torneios sub-20 foi espetacular, os jogadores prováveis carregam consigo um entrosamento de longa data, além de terem uma excelente capacidade técnica. Certamente teremos Neymar, Lucas, Oscar, Alex Sandro, Danilo, Casemiro e Juan na convocação final. Todos esses estiveram juntos um ano atrás. Mais que isso, Neymar, Alex Sandro e Danilo ascenderam juntos no Santos, da mesma forma Oscar e Juan no Internacional. Adicionam-se a isso as entradas de Damião, Sandro e Ganso, também provenientes de Inter e Santos. Temos um time entrosado.
Se do meio para frente temos muita segurança no talento de jogadores, na retaguarda teremos grande experiência com a liderança de Thiago Silva e a vitalidade de David Luiz. Além disso, provavelmente teremos ou Jefferson, ou Marcelo, ou Hulk. Eu apostaria em Marcelo. De qualquer forma muita qualidade e experiência a ser agregada à técnica de nossos jovens.
Para consagrar essa seleção, temos um grupo de jogadores, que sabem o que é vencer, já ganharam títulos em suas curtas carreiras. Damião, Sandro, Neymar, Ganso, Danilo, Alex Sandro, Juan, Giuliano (Que também poderá estar lá), Rafael (Goleiro do Santos) todos esses já se sagraram campeões de uma Copa Libertadores da América.
Por fim, ressalto a falta de equipes de qualidade nos jogos, com destaque para Uruguai, Espanha e Grã-Bretanha (sede) como maiores ameaças. E, para sorte de nosso futebol, a Argentina não estará em nosso caminho e nem há nenhuma grande estrela africana em ascensão. Dificilmente teremos mais Kanu’s ou Eto’o’s ´pelo caminho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...