O Futebólogo | Refletindo o futebol sob prismas não convencionais

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Coppa Italia 1996-97: o ápice da história do Vicenza

O que seria dos dias de luta sem os de glória? Seja com base nas expectativas de um futuro melhor ou na memória das grandes batalhas, são os êxitos que justificam as lutas do presente. E o hoje do Vicenza tem sido muito difícil. Não é para menos, trata-se de um clube modesto, de uma cidade pequena (apenas a 40ª mais populosa do Bel Paese), e que, como vários outros do país, faliu e tenta se reestruturar. Parte do ânimo para tanto, certamente, vem das alegrias vividas nos anos 1990.


Vicenza Coppa Italia 1996 1997
Foto: Desconhecido/ Arte: O Futebólogo

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Quando o Leeds se aproveitou do amadorismo do Stuttgart

Hoje, é difícil imaginar uma circunstância que coloque, frente a frente, Leeds United e Stuttgart em uma partida de Liga dos Campeões. O primeiro não frequenta a elite inglesa desde a temporada 2003/04, enquanto o segundo não consegue resultados expressivos há sete anos, ocasião em que terminou a Bundesliga em sexto. Entretanto, o ano de 1992 foi feliz para ambos, que se sagraram campeões nacionais. Assim, classificaram-se para a competição continental em que protagonizaram uma história bizarra.

Leeds United David Batty
Foto: Desconhecido/ Arte: O Futebólogo

quarta-feira, 3 de abril de 2019

A vingança e a glória de Grabowski na Copa da UEFA de 1979-80

A Copa da UEFA, hoje Liga Europa, foi uma competição de clubes europeus de grande importância. Sucessora da Copa das Feiras, contava com algumas das melhores equipes do Velho Continente, na medida em que, à época, apenas os vencedores dos campeonatos nacionais disputavam a Copa dos Campeões. Nesse contexto, um dos times que despontou com considerável força foi o Borussia Mönchengladbach, ganhador de dois títulos na primeira década da competição (anos 70). No entanto, os Potros também perderam por duas vezes, uma delas com um tempero especial.

Eintracht Frankfurt Copa UEFA
Foto: Eintracht Frankfurt/ Arte: O Futebólogo

quarta-feira, 27 de março de 2019

A briga que acabou com a Eslovênia em 2002

Um importante capítulo da fragmentação da Iugoslávia foi a Guerra dos Dez Dias. Embora não tenha sido sangrenta como os conflitos em Croácia e Bósnia, foi também armada. Sua consequência foi a Independência da Eslovênia. A partir de então, uma decorrência foi a possibilidade de o país disputar competições de futebol. A primeira foi a Euro 2000, mas as expectativas ficaram grandes mesmo com a Copa do Mundo de 2002.


Zlatko Zahovic Srečko Katanec Eslovênia Copa do Mundo 2002
Foto: Igor Zaplatil/Delo; Arte: O Futebólogo

quarta-feira, 20 de março de 2019

Quando um modesto City goleou no clássico de Manchester

A Premier League parecia já ter dono quando se anunciou a 28ª rodada. Ainda havia chances remotas de título para o Manchester United, mas a verdade é que parecia impossível tomar a liderança do Arsenal. Nove pontos separavam os clubes. Ou seja, ganhar era um imperativo para os comandados de Sir Alex Ferguson. Do outro lado, estava o Manchester City, que, no derby, procurava se afastar das redondezas da zona de rebaixamento. E, bem, como diz o ditado, clássico é clássico — e vice-versa.

Shaun Wright-Phillips Manchester City
Arte: O Futebólogo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...