segunda-feira, 30 de setembro de 2013

CSKA Sofia x Levski Sofia: o derby eterno da Bulgária

Depois de conferir tudo sobre o grande clássico galês entre Cardiff City e Swansea, apresento ao leitor as histórias do grande clássico entre CSKA Sofia e Levski Sofia, o derby eterno da capital búlgara.



Vem da terceira capital européia mais antiga a rivalidade entre CSKA e Levski. Sófia (foto), cidade que possui mais de 7000 anos de história, e passou por domínios Grego (século IV a.C.), Romano (Século I), do Império Bizantino (Século V), do Império Otomano (Século XIV) e da Rússia (Século XIX). Domínios que justificam a grande diversidade da população búlgara, formada primordialmente por grupos étnicos Búlgaros, Turcos, Romanos, Russos e Armênios.

Entretanto essas diferenças, freqüentemente vistas nas ruas da capital, desaparecem quando o assunto é o grande encontro entre CSKA e Levski.

O Levski, ou os blues (como é conhecida a equipe), foi fundado em 1914 por um grupo estudantil do Second Male High School de Sofia. O nome inicial Sport Club Levski, foi uma homenagem ao revolucionário, tido como o maior responsável pela libertação búlgara do domínio Otomano, Vasil Levski (foto), “O Apóstolo da Liberdade”. Apesar da fundação em 14, como o futebol não era popular no país, a equipe teve de aguardar até 1921 para disputar um Campeonato Profissional, a Sofia Sports League. Já o Campeonato Nacional passou a ser disputado em 1924.

O clube passou por algumas transformações até assumir o nome atual. Em 1969, a equipe passou a se chamar Levski Spartak com a fundação do Spartak Sofia. Já em 1985 o clube, como resultado dos problemas acontecidos durante a final da Copa da Bulgária (de que trataremos) foi dissolvido e re-fundado com o nome de Vitosha Sofia. A punição durou quatro anos. Em 1989 a agremiação assumiu o nome atual: Levski Sofia.  

Do outro lado, o CSKA, ou os Reds, foi fundado em 1948. Apesar disso, seus registros históricos iniciais datam de 1923, com a fusão do Athletic Sofia com o Slava Sofia e a conseqüente formação do AS-23 (foto abaixo), clube mantido pelo Ministério da Guerra. Em 1944 esta equipe uniu-se ao Poduene e ao Shipka e formou o Chavdar Sofia. Contudo, ocorreu o rebaixamento do clube em 1947. No ano seguinte, novamente apoiado pelo Ministério da Guerra, a equipe, que então tinha passado a se chamar CDV (Casa Central das Tropas) fundiu-se com Septemvri Sofia, que se encontrava nos Playoffs da Primeira Divisão, e formou o Septemvri pri CDV. Essa última fusão é conhecida como o nascimento oficial do CSKA.


Depois de mais algumas mudanças de nomes, em 1962, nasceu o CSKA Bandeira Vermelha. Nesse ano o clube deixou de sofrer interferências do Ministério da Guerra, e passou a ser comandado pelo Ministério da Defesa do Povo. Vínculo que perdurou até o fim do Comunismo. Vale dizer ainda que com sua dissolução em 1985 a equipe passou a se chamar Sredets, sendo restaurado em 1989.

Torcida do Levski
A disputa entre os dois clubes tornou-se intensa devido ao grande sucesso dos clubes, que se tornaram hegemônicos no país, e também as diferenças ideológicas entre os torcedores. O CSKA ascendeu com o apoio do governo e conseqüentemente sua torcida se massificou em torno dos apoiadores do Comunismo. Coube ao Levski, que detinha o nome de um grande revolucionário búlgaro, o suporte dos opositores do sistema, majoritariamente de classes sociais menos favorecidas. Essas diferenças geraram constantes ocorrências de hooliganismo.

Exemplo disso foram as 21 prisões que ocorreram antes de um clássico em 21 de Outubro de 2012. Os presos estavam sendo monitorados pela polícia e pretendiam causar muito tumulto no clássico que se seguiria.

Outro fato que necessariamente precisa ser tratado é a final da Copa da Bulgária em 1985.

Esse acontecimento, que resultou em título do CSKA, com vitória pelo placar de 2x1, ficou marcado por terríveis atitudes. Descontentes com a condução da partida pelo árbitro Yasparuh Yasenov – Gol de mão validado, dois pênaltis duvidosos, duas expulsões, e uma série de agressões durante o jogo – os jogadores de ambos os clubes protagonizaram atos de violência verdadeiramente vexatórios. A conseqüência foi a dissolução dos clubes (reconsiderada, como disse) e também a proibição da prática profissional do esporte, revogada um ano depois, de alguns jogadores, incluindo o craque Stoichkov (foto)

Os rivais se enfrentaram por 176 vezes. A vantagem no confronto direto é do Levski, que saiu vencedor em 80 ocasiões contra 55 do CSKA. Ocorreram ainda 41 empates. Apesar da vantagem azul no confronto direto, a vantagem é vermelha quando tratamos de títulos.

O CSKA é o maior vencedor do futebol búlgaro. São 31 conquistas do Campeonato Nacional, 10 Copas Búlgaras e quatro Supercopas. Seu rival, o Levski, sagrou-se Campeão Nacional 26 vezes, da Copa da Bulgária 25 vezes e três vezes da Supercopa. Sim, o Levski possui maior número de conquistas, mas a vantagem em Campeonatos Nacionais, cujo modelo é mais longo, com disputa por pontos corridos, ao contrário da Copa, que se dá pela fórmula de Mata-Mata, confirma o CSKA Sofia como o maior vencedor do futebol húngaro.

Outro ponto em que o CSKA leva vantagem sobre o rival é na formação de atletas. Para melhor exemplificar isso trago três exemplos, dois dos maiores craques da história do Futebol Búlgaro, e também o jogador com mais internacionalizações pela Seleção. Stoichkov e Berbatov (foto) passaram parte de suas formações no CSKA Sofia. Além deles Stiliyan Petrov, que disputou 106 partidas pela Seleção e marcou época envergando as camisas de Celtic e Aston Villa também foi formado pelos Vermelhos. Da parte do Levski, o destaque fica a cargo de Borislav Mihaylov, goleiro histórico da Seleção Búlgara, que a defendeu por 15 anos (1983-1999) em 102 partidas.

Brasileiros, foram poucos e com pouco destaque. 10 do Levski e 18 do CSKA. O mais conhecido que passou pelos azuis foi Joãozinho, ex-Lusa. Já pelos vermelhos tivemos a presença da dupla, criada no Madureira e que depois atuou junta no Vasco, Souza e Léo Lima (foto).

Na atual temporada, com 11 rodadas disputadas, a liderança do Campeonato Búlgaro pertence ao Ludogorets. Na quarta colocação está o CSKA e na sexta o Levski. Na temporada passada o título ficou com o atual líder e Levski e CSKA, foram respectivamente segundo e terceiro colocados.

Abaixo as escalações atuais dois rivais:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...