sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Promessa hoje, realidade amanhã? - Versão 2013

Caros leitores, o ano está chegando ao fim, e este será o penúltimo post de 2013. No final do ano passado, selecionei 20 jogadores jovens que mostraram grande evolução durante o ano de 2012 (confira aqui). Faço o mesmo neste ano. Mas, desta vez, são 25 nomes de jogadores que mostraram muito talento durante este ano e prometem um grande futuro. Como disse um ano atrás, não é possível afirmar o futuro, mas é certo que potencial estes jogadores têm.


Da esquerda para a direita: Januzaj, Bakkali, Barkley, Zouma (abaixo), Meyer (acima) e Vitinho.

1.       Luke Shaw (Southampton-ENG)


18 anos. Pretendido por grandes clubes ingleses desde o início de sua carreira, Luke Shaw é tratado pela direção do Southampton como a maior promessa do clube. Vale lembrar que a categoria de base da equipe inglesa tem grande fama na revelação de novos talentos. Recentemente saíram de lá jogadores como Theo Walcott, Gareth Bale e Alex Oxlade-Chamberlain. Shaw impressiona pela velocidade e segurança. Seus avanços pela lateral são um dos principais pontos de desafogo da equipe, que faz ótima campanha na temporada.



2.       Ross Barkley (Everton-ENG)

20 anos. Mais um jovem jogador da nova safra inglesa, Barkley é um daqueles jogadores box-to-box (área-a-área). Podendo atuar tanto como meia central, quanto como meia ofensivo, o inglês ganhou muito espaço no time do Everton nessa temporada. Habilidoso, bom passador, bom finalizador e dotado de boa visão de jogo, Barkley é a principal promessa do futebol bretão. Seu excelente futebol inclusive o levou à Seleção Inglesa nas últimas convocações.

3.       Keita Baldé (Lazio-ITA)

18 anos. O jovem espanhol de ascendência senegalesa tornou-se profissional apenas no início desta temporada. Veloz, driblador e com faro de gol, Keita tem ganhado muito espaço na equipe da capital italiana. Sua habilidade tem trazido à equipe um “algo mais” que lhe faltava. No momento o winger se destaca tanto pelos gols marcados quanto pelas assistências. Na Europa League em seis jogos Keita deu quatro assistências.




4.       Luis Alberto (Liverpool-ENG)

21 anos. Antes utilizado pelas pontas ou pelo centro do ataque, o espanhol Luis Alberto, formado no Sevilla e com passagem pela base do Barcelona, alterou seu futebol depois de sua chegada ao Liverpool. Embora seja sempre uma opção para o segundo tempo, tem atuado mais pelo centro do campo. Guardadas as devidas proporções, o jovem tem características semelhantes às de Iniesta, craque do Barça. Velocidade, excelente passe e muita movimentação são seus principais trunfos.

5.       Lucas Silva (Cruzeiro-BRA)

20 anos. Revelado pelo Cruzeiro na temporada passada, Lucas Silva teve um bom início no clube mineiro. Volante dotado de forte marcação, boa saída para o jogo e ótima finalização de longa distância, Lucas parecia fadado ao sucesso já no ano passado. Contudo, uma fatídica falha de marcação no clássico contra o Atlético o afastou da equipe por um longo período. Assim, foi só em 2013 que se firmou, assumindo a titularidade da equipe e ajudando imensamente na trilha para o título brasileiro do Cruzeiro.



6.       Rodrigo Caio (São Paulo-BRA)

20 anos. Assim como Lucas Silva, Rodrigo Caio é volante e também demorou a se firmar no time titular do São Paulo. Ele apareceu em 2011, mas tanto neste ano como no passado, Rodrigo teve poucas oportunidades. Veio, então, 2013 e uma forte crise assolou o clube paulista. Com isso, apareceu também uma nova oportunidade para o jovem do São Paulo. Jogando como volante, zagueiro e lateral direito ele se consolidou como um dos poucos destaques da equipe no ano. Seu bom posicionamento e qualidade técnica facilitam sua adaptação às diversas posições em que atua.

7.       Vitinho (CSKA-RUS)

20 anos. Talvez a principal promessa que despontou no Brasil em 2013, Vitinho, a exemplo de Lucas Silva e Rodrigo Caio, já tinha ganhado oportunidades entre os profissionais do Botafogo no passado. Contudo, foi só em 2013 que, ajudado pelo experiente Seedorf, o futebol do garoto desabrochou. Veloz, driblador e insinuante, Vitinho foi fundamental para o Botafogo enquanto esteve no clube carioca. No meio do ano, a joia de General Severiano optou por rumar para o futebol russo onde ainda não engrenou.



8.       Oliver Torres (Atlético de Madrid-ESP)

19 anos. Oliver Torres começou a ganhar espaço entre os profissionais da equipe colchonera depois de ser o principal destaque da Seleção sub-20 da Espanha. Franzino e habilidoso, é apontado como o futuro camisa 10 do Atlético de Madrid. Dotado de grande visão de jogo e ótimo passe, é um playmaker por natureza. Assim como Koke (outro meio-campista saído da base do Atlético), Torres tem tudo para ganhar cada vez mais espaço na equipe titular.

9.       Adnan Januzaj (Manchester United-ENG)

18 anos. Belga de nascimento Adnan Januzaj apareceu na segunda metade de 2013. Coube a ele prover um dos poucos motivos para a torcida dos Red Devils sorrir na atual temporada. Rápido, leve, esguio e habilidosíssimo, o jovem começou muito bem na Premier League, tendo inclusive marcado dois gols vitais contra o lanterna Sunderland. Depois disso ele ganhou ainda mais espaço no elenco do Manchester United, atuando normalmente como winger pela esquerda.



10.   Memphis Depay (PSV-HOL)

19 anos. Se a temporada do PSV assusta pela pouca solidez, o atacante holandês de ascendência ganesa tem apresentado futebol absolutamente concreto. O jogador tem demonstrado uma combinação de características essenciais a todos os grandes de sua posição: velocidade, força e habilidade (além de um considerável faro de gol). Aos 19 anos, Depay já defendeu a seleção holandesa principal em três ocasiões.  

11.   Bruma (Galatasaray-TUR)

19 anos. Jogador mais promissor a sair da famosa categoria de base do Sporting Lisboa nos últimos anos – base que formou nada mais nada menos que Luís Figo, Cristiano Ronaldo, Nani, Quaresma, Simão Sabrosa, João Moutinho, dentre outros – Bruma chama atenção de grandes clubes europeus desde o sub-17, quando o Chelsea tentou sua contratação. Rápido, habilidoso e capaz de marcar com afinco os laterais adversários, o português rapidamente ganhou espaço no clube da capital portuguesa e acabou de se transferir para o Galatasaray, onde é titular.


12.   Tonny Vilhena (Feyenoord-HOL)

18 anos. Cerebral, Vilhena é um meia armador típico. Canhoto, cabe a ela toda a distribuição das bolas do Feyenoord. É quem cria as principais jogadas da equipe. Além disso, o holandês de origem angolana também tem como uma de suas qualidades a aproximação ao ataque, o que lhe possibilita marcar alguns gols. Apesar da pouca idade, já ganhou chance na Seleção holandesa principal.

13.   Jesé Rodriguez (Real Madrid-ESP)

20 anos. A chegada de Carlo Ancelotti mudou o panorama para boa parte dos atletas do Real Madrid, assim, alguns jogadores pouco utilizados ganharam mais chances. Assim, um dos que mais se beneficiaram foi Jesé Rodríguez. Profissional desde 2011, o ponta-esquerda formado no próprio clube, tem tido uma continuidade interessante. Apesar de não figurar entre os titulares, quando vindo do banco, em oito ocasiões (tendo jogado exatos 124 minutos), o espanhol já marcou um gol e deu duas assistências no Campeonato Espanhol.


14.   Kurt Zouma (Saint Ettiene-FRA)

19 anos. Titular absoluto no Saint Ettiene, Zouma viveu em 2013 o ano de sua afirmação. Fisicamente muito forte e alto (1,91m) o francês destacou-se muito nas seleções de base de seu país. Ainda que seja por vezes um pouco atabalhoado, o zagueiro tem melhorado seu futebol dia após dia, tendo inclusive conquistado uma convocação recente para a seleção principal. Seu vigor físico impressiona.

15.   Kovacic (Inter-ITA)


19 anos. Profissional desde 2010, o croata, nascido na Áustria, é um dos jogadores mais importantes da Inter. Com uma liderança incomum para sua idade, o meia é essencial tanto para a criação ofensiva da equipe com passes e lançamentos muito precisos quanto para a recuperação de bolas na defesa. É outro jogador com característica de percorrer todo o campo, de sua área à adversária, podendo atuar no centro do meio campo, mais à frente, como meia-atacante, ou mais atrás como segundo volante.  




16.       Zakaria Bakkali (PSV-HOL)

17 anos. O belga Bakkali começou a chamar a atenção do mundo quando, em sua segunda partida como profissional pelo PSV ele marcou um hat-trick na vitória do clube contra o NEC, no início da atual temporada. De lá para cá, a carreira do promissor ponta – que atua tanto pela direita, quanto pela esquerda – progrediu de uma forma avassaladora. Aos 17 anos, conquistou sua primeira convocação para a seleção belga principal e já jogou seu primeiro jogo. Precoce, aos 16 anos já jogava pela seleção sub-21. Sua velocidade e seus dribles (características comuns aos wingers belgas) são algo a ser observado.

17.       Viktor Fischer (Ajax-HOL)

19 anos. Outro jogador que começou a se destacar no futebol holandês. Atuando, majoritariamente, pela faixa esquerda do ataque, o dinamarquês Fischer oferece um grande leque de opções de jogo para a equipe. Além de ser extremamente veloz e habilidoso, tem, por ser destro, facilidade de afunilar o jogo e bater de fora da área. Mas, além disso, ele também vai comumente à linha de fundo, ou seja, o dinamarquês tem como característica principal a sua grande movimentação. 



18.       Ogenyi Onazi (Lazio-ITA)

20 anos. Volante e nigeriano, Onazi ganhou suas melhores chances na Lazio neste ano. Impressiona pelo posicionamento e pelo bom passe. Tranquilo, o jogador também tem boa aproximação com o ataque registrando, por vezes, alguns gols e assistências. Outra característica que lhe favorece muito é sua privilegiada condição física, que lhe possibilita antecipar às jogadas adversárias, evitando um embate direto com o adversário.

19.       Agustín Allione (Vélez Sarsfield-ARG)


19 anos. Baixinho, rápido e habilidoso Allione é mais um nome interessante a aparecer no futebol argentino. Apesar de ainda viver um processo de integração à equipe profissional, o jovem já deixou sua marca, inclusive, na Copa Libertadores da América contra o também argentino Newell’s Old Boys (ocasião em que foi titular). Seu jogo mais forte é pelo lado direito do meio-campo, contudo ele também pode atuar pelo centro.




20.       Hofmann (Borussia Dortmund-ALE)

21 anos. Formado no Hoffenhein, Hofmann se transferiu para o Borussia em 2011, mas, até este ano, só havia atuado pelo Borussia II, e com destaque. Sua velocidade e capacidade de condução da bola o levaram a ser muito aproveitado pelo treinador Jürgen Klopp neste ano, e seus números agradam. Na Bundesliga em treze jogos, todos vindo do banco, o alemão marcou um gol e deu três assistências. Na Copa da Alemanha também marcou um gol e deu quatro assistências, mas em apenas três jogos. Hofmann pode atuar em qualquer posição do meio-campo ofensivo.

21.       Serge Gnabry (Arsenal-ENG)


18 anos. Mais um jovem da nova safra alemã, Serge Gnabry tem ganhado muito espaço na equipe do Arsenal, principalmente com a lesão de Chamberlain. Atuando pela ponta direita, o camisa 44 tem sido uma boa opção para o segundo tempo. Veloz, criativo e dono de ótimo chute de fora da área, Gnabry dá excelentes alternativas de jogo. A tendência é que ganhe cada vez mais tempo entre os profissionais. Na Premier League em cinco jogos marcou um gol e deu uma assistência.



22.       Ravel Morrison (West Ham-ENG)


20 anos. Comparado a Ryan Giggs na base do Manchester United, Ravel, como gosta de ser chamado, foi tratado durante muito tempo como a grande joia da base dos Red Devils. Contudo, problemas comportamentais e extracampo evitaram que seu talento desabrochasse no United. Ele rumou então para o West Ham onde tem sido o único motivo para sorrisos dos torcedores dos Hammers. Para descrevê-lo, faço minhas as palavras de Sir. Alex Ferguson: "Um jogador brilhante, de habilidade brilhante, de grande habilidade, precisa sair de Manchester e começar uma nova vida".

23.       Ali Adnan (Rizespor-TUR)

19 anos. Iraquiano, o lateral esquerdo do Rizespor, já acumula 20 jogos pela Seleção Iraquiana principal. Apesar disso, foi só depois de suas belas exibições no Mundial Sub-20, na Turquia, que ele saiu do país. Com um pulmão vigoroso, boa técnica, e um canhão na perna esquerda, Adnan, que já é o grande destaque de sua equipe, não deve permanecer por muito tempo no seu clube atual. Galatasaray, Napoli, Arsenal e Sevilla são apontados como equipes interessadas no seu futebol.



24.       Andros Townsend (Tottenham-ENG)

22 anos. O sucesso no futebol pode depender de vários fatores. Dentre eles, a sorte. Quando a temporada se desenhou, Townsend nada mais era para o Tottenham do que um jogador “emprestável”. Contudo, a falta de ofertas o levou a permanecer no clube. Após nove empréstimos (isso mesmo!), Townsend ficaria na equipe. Pelo menos pelos primeiros seis meses da temporada. Não obstante, o inglês ganhou chances e agarrou-as com força. Canhoto, joga aberto pela direita. Seu rápido sucesso o levou, inclusive, a ganhar sua primeira chance na seleção inglesa, e, antes renegado, já é tido como peça certa na Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

25.   Max Meyer (Schalke 04-ALE)


18 anos. Meyer, mais um jovem meia alemão, estreou na equipe principal do Schalke 04 ainda aos 17 anos. Ele chama atenção pela inteligência. Sempre de cabeça levantada, o jovem playmaker tem assombrado aos amantes de futebol pela capacidade de encontrar seus companheiros em excepcional condição. Seus passes e lançamentos o colocam com uma das maiores promessas do futebol mundial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...